9 de dezembro, dia do Fonoaudiólogo

A fonoaudiologia é uma profissão que está em evidência em diversificados setores do mercado formal e informal trabalhando com diferentes aspectos da comunicação humana.

O Sistema de Conselho de Fonoaudiologia homenageia os profissionais da área com uma série de ações que serão divulgadas na mídia em campanha nacional, possibilitando à população conhecer um pouco mais sobre a classe e como a atuação do fonoaudiólogo pode mudar a história das pessoas.

O serviço é incorporado na saúde de Paranapanema e vem atendendo inclusive crianças melhorando consideravelmente a vida das pessoas que passam pelo atendimento.

Para que possamos entender e conhecer um pouco mais sobre o profissional, saiba quem é e o que faz o fonoaudiólogo:

O Fonoaudiólogo é o profissional da área da saúde que trabalha com diferentes aspectos da comunicação humana, linguagem oral e escrita, fala, voz, audição e funções responsáveis pela deglutição, respiração e mastigação.

Desenvolve atividades voltadas a promoção da saúde, prevenção, orientação, avaliação, diagnóstico e terapia, atuam também em ensino, pesquisa e consultoria.

Trabalham nos setores públicos e privados, em clínicas, consultórios, hospitais, atendimento domiciliar, asilos, creches e berçários, instituições de ensino, em gestão de serviços, empresas, emissoras de rádio, TV, indústrias, dentre outras.

Para exercer a fonoaudiologia é necessário concluir a graduação na área e possuir registro profissional ativo no Conselho Regional de Fonoaudiologia

As áreas de atuações do fonoaudiólogo são 11 especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia. Veja o que compreende cada uma:

Audiologia – Elaborar programa de prevenção e promoção da saúde auditiva, realizar diagnóstico audiológico e reabilitação, selecionar e adaptar próteses auditivas.

Linguagem – Prevenir, diagnosticar e tratar transtornos na fala e na escrita.

Motricidade orofacial – Prevenir, diagnosticar, habilitar e reabilitar funções relacionadas à respiração, sucção, mastigação, deglutição e articulação da fala. Realizar também o aperfeiçoamento dos padrões de fala e estética facial.

Saúde Coletiva – Construir estratégias de planejamento e gestão e atuar na atenção à saúde a partir do diagnóstico de grupos populacionais.

Voz – Prevenir, avaliar, aperfeiçoar e tratar da voz falada e cantada. Auxiliar profissionais, como cantor, locutor, jornalista, ator e professor, na postura vocal em suas atividades.

Disfagia – Diagnosticar, habilitar e reabilitar pacientes com transtornos da deglutição.

Fonoaudiologia educacional – Promover, aprimorar e prevenir alterações de linguagem oral e escrita, audição, motricidade orofacial e voz, favorecendo e otimizando o processo de ensino e aprendizagem.

Gerontologia – Prevenir, avaliar, diagnosticar, habilitar e reabilitar os transtornos relacionados à audição, ao equilíbrio, fala, linguagem, deglutição, motricidade orofacial e voz de idosos.

Fonoaudiologia neurofuncional – Avaliar, diagnosticar e reabilitar pessoas com alterações neurofuncionais, atuando nas sequelas de danos ao sistema nervoso central ou periférico.

Fonoaudiologia do trabalho – desenvolver programas de conservação auditiva; detectar e diagnosticar riscos fisiológicos em situações reais e possibilitar a permanência no trabalho sem restrição da atividade profissional.

Neuropsicologia – Prevenir, avaliar e tratar os transtornos que afetam a comunicação humana e sua interface com a cognição.

Aos profissionais da área nosso reconhecimento e felicitações pela passagem do dia.