Dengue: Combater o mosquito é responsabilidade de todos

Levante, olhe seu quintal e as proximidades de sua residência. Verifique se há recipientes abertos que possam armazenar água, evite que isto aconteça recolhendo os entulhos, mantendo caixas ou qualquer recipiente de água fechados com tampa adequada, guardando garrafas sempre de cabeça para baixo e enchendo de areia até a borda os pratos dos vasos de plantas. Por fim, incentive seus vizinhos a fazer o mesmo e aproveite para colocar o papo em dia!

Só assim vamos conseguir combater a Dengue e evitar o pior, unidos por uma só causa, o combate ao mosquito Aedes Aegypti é possível com simples ações e cuidados permanentes.

Nesta época do ano quando as chuvas são constantes e intensas, mescladas com a temperatura elevada, qualquer acumulo de água por menor que seja é um prato cheio para a proliferação de larvas e consecutivamente a criação do mosquito.

Não está muito difícil encontrar lixo acumulado pelas ruas, entulhos, móveis velhos e aparelhos eletrônicos descartados irregularmente em vias públicas dentro e fora do perímetro urbano, e esta ação irresponsável é tudo o que a natureza repudia e os mosquitos da Dengue aplaudem.

De nada adianta a Prefeitura fazer mutirões, passar regularmente com caminhões recolhendo entulhos e lixos provenientes de limpeza de quintal e logo em seguida, pessoas descartam móveis, eletroeletrônicos, pneus velhos e outros nas ruas, irregularmente, contrariando o Código de Posturas.

Em alguns casos, até parece ironia da pessoa, descartar móveis, entulhos e lixo em baixo da placa “proibido jogar lixo”.

Terrenos com mato alto, acumulo de lixo e entulhos, também é fácil ser encontrado, bem como construções que acumulam materiais sob o passeio público.

Quer dizer, tudo irregular, tudo em desfavor da limpeza pública e a favor da proliferação de doenças através da facilitação de criadouros.

A Prefeitura também possui obras paradas e muitos locais por se fazer a limpeza, o que acontece de acordo com o cronograma da secretaria do Meio Ambiente.

Já os terrenos particulares, a responsabilidade da manutenção e limpeza é do proprietário, o que em muitos casos até parece não ter dono.

A secretaria da Fazenda em comum acordo com as secretarias do Meio Ambiente e da Saúde, vão notificar os proprietários para tomarem as devidas providencias com seus terrenos e caso a notificação não seja suficiente, acontecerá aplicação de multa.

A Prefeitura pede a colaboração da população no sentido de manter a frente de suas residências ou comércios limpos, não descartar irregularmente lixo, entulho ou móveis em locais públicos, denunciar o descarte irregular destes materiais através do telefone 3713 1212 ou ainda poderá usar o “E-Sic” disponível no site da Prefeitura para fazer sua reclamação, sugestão ou denuncia.

Lembre-se, você também é responsável.