Sábado dia 15 tem teatro em Paranapanema

O Circuito Cultural Paulista apresenta “As Três Irmãs de Platapel”, uma peça teatral infantil muito animada, contando uma história mesclada entre intrigas e inveja que acaba por punir as malvadezas cometidas por duas irmãs com trabalho e consciência.

A conquista da programação cultural é da secretaria de Tursimo, Esportes e Cultura e vai proporcionar um final de semana diferente para aqueles que assistirem o espetáculo.

A encenação fica por conta da Cia Caxote Coletivo e vai acontecer no plenário da Câmara Municipal, neste sábado dia 15 a partir das 20 hs com entrada gratuita, sendo que apesar de ser uma peça infantil é recomendada para todas as idades, já que no roteiro fala sobre uma das maiores preocupações da atualidade, o lixo.

“Convido a toda população de Paranapanema, Campos de Holambra, dos bairros e região para participar da peça teatral, lembrando que a cultura além de nos ajudar no conhecimento ainda nos proporciona diversão e lazer” Disse Marili Pedroso.

Sinopse da peça

Num País chamado Platapel, moravam três irmãs: Zubaida e Zainab, que eram mal-humoradas e viviam para implicar com a irmã caçula, a doce Yasmina.

Yasmina que era bela e gentil, conquistou o coração do homem mais poderoso do reino e assim, casou-se com o rei. As irmãs, mortas de inveja, traçaram então um plano maligno  e espalharam pela pequena cidade boatos de que o casamento foi amaldiçoado. Levando o plano de destruir a felicidade de Yasmina de uma vez por todas, Zainab e Zubaida, no nascimento do pequeno herdeiro real, trocam o bebê por um filhote de porco e passam a espalhar lixo pelo reino na calada da noite, tornando tudo uma sujeira.

Yasmina após ser presa como culpada se entristece, mas fica pensando o que poderia ter acontecido. O rei já sem saber o que fazer com tanto lixo e tristeza, recebe a visita inesperada de um mercador, que era dono do porquinho trocado e desmascara as irmãs malvadas.

O Rei após resgatar seu filho perdido e libertar sua amada, precisava dar um jeito na montanha de lixo acumulado em seu reino, mas nenhuma solução lhe vinha a mente, até que Yasmina tem a ideia brilhante de separar o lixo e reciclá-lo, para transformar cada objeto descartado e um novo objeto para ser reutilizado por todos. Assim as irmãs Zubaida e Zainab foram encarregas dessa tarefa toda, mas por fim acabaram descobrindo uma divertida ocupação e aprenderam de uma vez a lição. Essa peça foi inspirada em um conto das Mil e Uma Noites, e tem uma linguagem farsesca divertida.

Cia Caxote Coletivo

Desde de 2002 o Caxote Coletivo dedica-se ao universo infantil, pesquisando os diferentes tipos de linguagem do teatro para crianças, passando pelo teatro de rua, máscaras e a utilização do jogo do palhaço em cena. Nestas práticas, descobriu-se um tipo de interpretação e encenação voltadas na relação palco/platéia, buscando uma interação direta com o público. O grupo se dedica à pesquisa de temas vigentes na contemporaneidade, tais como: bullying, identidade de gênero, liberdade de expressão, respeito, cidadania e meio ambiente, sendo estes, fios condutores imbuídos na dramaturgia, a fim de instigar uma reflexão desde tenra idade.

Atualmente em seu repertórios os espetáculos:

! Brincadeira de Quintal

! Mim, a Menina Mundo

! As Três Irmãs de Platapel

! Em Busca de um País das Maravilhas