SBT de Paranapanema, agora é regional

O SBT – Sistema Brasileiro de Televisão, operando no canal 39 em Paranapanema, a partir de hoje (06/02) está com a transmissão de sua programação regional.

Depois de alguns contatos com o Carlos José Stringaci da cidade de Jaú, acertamos os detalhes e hoje recebemos a visita do técnico regional que já substitui a antena e a transmissão da programação passou a ser regional.

As vantagens são inúmeras tendo a transmissão regional da programação, pois assim temos a oportunidade de ter programas e jornalismo diferenciados, conhecer artistas da nossa região, propagandas de novos comércios e entretenimento.

“Quero agradecer ao Carlinhos do SBT, técnico responsável pela nossa região, que não mediu esforços para atender nosso pedido mudando o sinal de transmissão que era por Satélite (parabólica) e agora é regional, agradecer também o Flávio Tomé, responsável pela manutenção da nossa torre” Comentou o Diretor de Comunicação Jorge Finelli.

Lembramos que o sinal do SBT ainda é analógico, mas já está sendo analisada a documentação e tendo a confirmação de disponibilização de canal digital, o sinal será concedido para a população.

Sobre o canal 7 TV Record

Noticiamos no ano passado que até o final de novembro a Record estaria com sua transmissão regularizada, o que não aconteceu.

Para esclarecer os fatos, é bom que a população tome ciência de que as transmissões de um canal aberto de televisão, que no caso de Paranapanema são: a Record canal 7, o SBT canal 39, a TV Tem canal 34 analógico e 26.1 em HD, a TV Cultura canal 47 e a Band canal 50, os equipamentos e antenas são fornecidos pela emissora, já a Prefeitura disponibiliza a torre, o cômodo para hospedar os equipamentos, a energia elétrica e um funcionária para manutenção.

“Segundo informações do técnico regional da Record, está sendo viabilizado um novo transmissor analógico para que a Record possa voltar a funcionar, porém, não foi estipulada uma data específica, mas estamos cobrando providências”. Disse Jorge Finelli.

Os transmissores de sinal são equipamentos de alto custo e por Lei, a Prefeitura não pode comprar os equipamentos.