Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal
Acompanhe-nos:
Rede Social Prefeitura de Paranapanema - FACEBOOK
Rede Social Prefeitura de Paranapanema - INSTAGRAM
Galeria de Fotos
Final de ano e o COVID-19.
É lógico que não tem nada a ver um com o outro né? Isso se a vacina contra o COVID-19 já estivesse em plena ação de imunização!
Mas como é tudo planejamento e nada de concreto ainda, no tocante à vacinação, o COVID-19 e o final de ano têm tudo a ver um com o outro sim.
Final de ano, sinônimo de festa, confraternização, que quer dizer unir como irmãos, juntar-se em família ou amigos para uma comemoração. É justamente aí que mora o perigo!
Como 2020 está sendo um ano atípico devido a Pandemia do Coronavírus, fomos obrigados a fazer algumas adaptações para dar continuidade ao cotidiano e conviver com a doença, que até então, era desconhecida dos cientistas, virologistas, infectologistas entre outros profissionais de saúde do mundo.
Enquanto alguns países estão saindo na frente com a vacinação em massa de sua população, o Brasil se prepara tal feito, que está na fase de planejamento do cronograma de vacinação.

Mas os dias continuam acontecendo e o final de ano está aí para mais um Natal em família, a despedida do velhinho e as boas-vindas ao mais novo.
Para que possamos realizar estes eventos tradicionais em segurança com nossos familiares e amigos, é preciso seguir algumas regras básicas de prevenção, que já tomamos conhecimento ao longo deste ano, mas parece que também esquecemos.
Para ajudar você e sua família a se organizar para as comemorações vamos dar algumas dicas de prevenção. Vamos lá!
Primeiro você deve conhecer sua família. Ops! Mas eu conheço minha família! Será que conhece mesmo?
Então responda para você mesmo estas questões:
Quem são os membros de sua família e quais os problemas de saúde que eles têm?
Na sua família tem pessoas de risco?
Seus familiares têm algum tipo de comorbidade?
Qual a idade de seus familiares? Estão no grupo de risco?
Algum de seus familiares estão com sintomas de gripe, dor de garganta, falta de ar, febre, tosse ou outros tipos de sintomas ligados à COVID-19?
Na sua família alguém já foi infectado pelo COVID-19? Se a resposta for sim, pesquise: esta pessoa já está totalmente curada?
Depois de responder estes questionamentos para si mesmo, e ter a certeza de que já conhece seus familiares, pode começar a organizar a confraternização de família, obedecendo e fazer com que os participantes obedeçam às seguintes regras:
Idosos acima de 60 anos não devem participar das comemorações, porém, se for participar não devem ficar próximos aos mais jovens e nem mesmo ter contato pessoal como abraços, aperto de mão e até mesmo o toquinho de mão fechada pode ser evitado;

Pessoas com algum tipo de comorbidade também devem evitar a participação, mas caso participem devem ficar distante dos mais jovens e seguir as mesmas recomendações dos idosos;
O distanciamento social deve ser mantido entre todos, independentemente da idade;
As aglomerações estão expressamente proibidas, como criação de grupinhos de duas ou mais pessoas;
A máscara deverá ser mais que necessário, o uso tem que ser obrigatório a todo momento;
Disponibilizar álcool em gel em todos os lugares onde haverá concentração de pessoas;
Higienizar as mãos constantemente com água e sabão ou álcool em gel;
Utilizar materiais descartáveis para evitar a reutilização ou compartilhamento de copos, talheres, pratos entre outros recipientes;

Guardanapos de papel é recomendado para evitar o uso coletivo do tradicional de pano;
Se as pessoas que vão participar da confraternização vierem de outras cidades ou de residência, certificar se não estão com algum sintoma referente à COVID-19 e se possível medir a temperatura;
Colocar um pano ou tapete umedecido com agua sanitária e álcool 70% para que as pessoas higienizem os sapatos antes de entrar na casa;

Orientar as pessoas quanto às medidas de prevenção e estar sempre atento para chamar a atenção durante a comemoração.
Evitar o abuso de bebida alcoólica e uso de som em alto volume, esta combinação faz com que as pessoas fiquem mais descontraídas, falem alto, aumentando o risco de contaminação, por conta de exalar mais saliva.

Se possível colocar um cartaz com algumas orientações de prevenção, principalmente onde haverá maior frequência de pessoas, no banheiro, por exemplo.
Lembre-se, as confraternizações de final de ano são para festejar o Natal, o nascimento de Jesus e brindar um novo ano.
Se tudo for feito como manda as orientações dos profissionais de saúde, as comemorações serão saudáveis, mas caso haja descumprimento das medidas preventivas, o que é para ser alegria, pode virar em tristezas e perdas.
Juntos, Prefeitura Municipal, Secretaria da Saúde e População, podemos vencer esta batalha!
 

 
Notícias
16/12/2020
1 foto
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia